Cadeira de Balanço

Tempo de leitura: 5 minutos

Cadeira de Balanço
5 (100%) 1 Voto

Hoje vamos falar da famosa cadeira de balanço, que à grande parte das pessoas, é um objeto de boas memórias. Memórias afetivas, principalmente da infância, em casa  “vó” ou de mãe. Chega a dar aquela melancolia, saudadezinha gostosa, não é mesmo?

Além de memórias, uma cadeira de balanço sempre está relacionada a:

  • Lazer
  • Descanso
  • Diversão
  • Descontração
  • Sossego
  • Doçura

É um móvel que, além de ser convidativo e decorar de forma divertida e encantadora, também tem funcionalidade. Isso, sem dúvidas, agrega a ele um valor ainda maior.

Cadeira de Balanço em madeira e palhinha
Cadeira de Balanço em madeira e palhinha
Cadeira de Balanço em ferro e plástico
Cadeira de Balanço em ferro e plástico

Origens

A palavra cadeira é derivada do latim ‘cathedra’, que por sua vez, significa assento. A cadeira foi inventada no Egito Antigo, cerca de 2800 anos. No entanto, primeiro foi criado o banco, e só depois é que foram otimizando o objeto, criando um apoio para coluna (encosto) e braços. Até o século XVI era artigo de luxo, usado somente pela nobreza.

Cadeira luxuosa do antigo Egito
Cadeira luxuosa do antigo Egito

Criação da Cadeira de Balanço

Muito tempo depois, no século XVIII (por volta de 1725), surgiu então a cadeira de balanço. Pelo que tudo indica, essa criação teve origem na Inglaterra, por Benjamin Franklin, o homem da nota de cem dólares. A partir do século XIX, o modelo passou a ser fabricado pelas empresas de mobiliário, principalmente pela oficina de Duncan Phyfe, pioneiro em móveis de estilo Império em Nova Iorque.

Como você pode conferir nas imagens acima e abaixo, essas cadeiras possuem os pés traseiros e frontais interligados dois a dois, o que possibilita seu movimento de “ir e vir”. Essa ligação é feita normalmente por duas bandas laterais encurvadas, seja de madeira, de ferro ou outro material. Essa peça tem o formato bem parecido ao de uma lua minguante.

Cadeira de Balanço em madeira trabalhada

Dessa forma, uma cadeira de balanço não fica em contato total com o solo, mas apenas num ponto  específico de cada lado. Como resultado, a cadeira exige mínimo ou nenhum esforço muscular de quem a utiliza, e por isso é muito querida por pessoas idosas, proporcionando maior descanso e conforto.

Poltrona e Puff Charles Eames

Funcionalidade

Além dos idosos, as mamães também procuram muito por cadeiras de balanço. Além de oferecer uma ótima posição no momento de amamentar o bebê, o seu suave balanço tranquiliza a criança e a faz dormir mais rápido.

Da mesma forma, as crianças maiores, é claro, também adoram a função da cadeira! Elas agradam o público de qualquer idade. Seu balanço pra frente e pra trás protagoniza deliciosas conversas, encontros e sonecas, além do “cheirinho” de infância e saudade. Por isso, é quase impossível ver uma delas e não querer sentar por, pelo menos, alguns minutinhos. Não dá pra resistir! rs

Antigamente, o material mais utilizado para fazer essas cadeiras era a madeira. Depois disso, novos materiais e tecnologias foram surgindo e hoje há bastante novidade no mercado, modelos mais modernos.

Cadeira Eames DAR Balanço

E falando em cadeira de balanço + modernidade, como não lembrar da Cadeiras Eames DAR Balanço?

Poltrona Shell

Esse modelo foi criado pelo casal Charles e Ray Eames, por volta da década de 50. Apesar disso, ela possui uma estética completamente atemporal e versátil. Em outras palavras, ela se encaixa em diferentes estilos de decoração.

Cadeira Eames DAR Balanço
Cadeira Eames DAR Balanço
Cadeira Eames DAR Balanço
Cadeira Eames DAR Balanço

Sua estrutura é feita em trefilado de ferro cromado, e os pés em madeira natural. O assento é em polipropileno e você pode encontrá-lo em diversas cores como branco, preto, azul, rosa, amarelo, vermelho, etc. Acima de tudo, possui um ótimo custo benefício.

Além do propileno, é possível encontrar o assento em fibra de vidro também, para quem prefere o material por conta da composição ou do seu brilho, por exemplo. O único detalhe é que a fibra de vidro é mais cara que o polipropileno. Em ambos os materiais, a cadeira DAR é resistente, suportando até 120kg.

Aos quartos de bebê, ela leva ainda mais doçura e encanto, fechando com chave de ouro a decoração.

Cadeira Eames DAR Balanço em quarto de bebê
Cadeira Eames DAR Balanço em quarto de bebê

Também é muito utilizada em áreas externas, pois por ser uma cadeira de balanço, te permite reflexão e relaxamento com um ar mais fresco, observando o movimento ou paisagens.

Cadeira DAR em área externa
Cadeira Eames DAR Balanço em área externa

E nem preciso dizer que na sala de estar ela tem uma super utilidade, né? Seja para assistir TV, para ler ou conversar. Além disso, pode ter certeza que arrancará suspiros quando receber visitas rs.

catalogo-arquiteto-designers

Cadeira VK

Além da Eames DAR, outra cadeira famosa de balanço é a Vladimir Kagan, também conhecida como VK. Essa foi criada em 1957 pelo designer alemão Vladimir Kagan.

A Cadeira VK já é mais voltada ao estilo clássico. Sua estrutura é toda em madeira natural. O assento e encosto são estofados e podem ser revestidos em diversos tecidos, como veludo, suede, linho, sarja e couro, por exemplo.

Cadeira VK de balanço
Cadeira VK de balanço

A Cadeira VK também pode ser utilizada em diversos cômodos, agregando funcionalidade, história e beleza à sua decoração.

Cadeira VK de balanço
Cadeira VK de balanço

Agora me diz: depois de ler esse post você também ficou mais apaixonado por cadeira de balanço? Porque nós, sim! rs

Espero que tenha gostado. Até a próxima!
Um abraço.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *