Containers viram casas sustentáveis

Tempo de leitura: 1 minuto

Containers viram casas sustentáveis
AVALIE O ARTIGO!

Você imaginou que algum dia containers poderiam virar casas sustentáveis? É isso mesmo, aqui no Brasil podemos dizer que a utilização de containers em projetos como esse é recente, mas na Europa e Estados Unidos existem construções com containers com 25 anos.

Com o objetivo de oferecer uma alternativa sustentável para a habitação portátil, o arquiteto Dan Sparks projetou um modelo composto por um contêiner marítimo reaproveitado. Com aberturas automáticas e compartimentos retráteis, a G-Pod é transportada já com todos os seus componentes internos para uma montagem simples no local de instalação.

A parede frontal do contêiner pode ser aberta disponibilizando uma varanda coberta para seu usuário, enquanto a parede de trás do compartimento se expande para aumentar o espaço interno e aproveitar iluminação e ventilação naturais. O telhado ainda conta com formas com terra e vegetação para compor o telhado verde.

 

Separei três links interessantes que irá ajudar você entender os custos x benefícios em morar em uma casa container.

  1. 10 Perguntas que você sempre quis fazer sobre um casa container;
  2. Casas móveis custam 40% menos e podem ser levadas a qualquer lugar;
  3. 13 perguntas e respostas da empresa Delta containers sobre a utilização de containers na construção de casas.

Se comparada a construção civil, há uma redução de aproximadamente 80% na produção de resíduos, já que grande parte dos materiais utilizados são recicláveis ou reutilizáveis, como aço, gesso e isolantes térmicos, que são reutilizados para o aterro ou nivelamento do terreno, o que elimina o uso de recursos naturais, neste caso, pedra e terra.

fonte: casafozdesign.com.br

casa-container-amarelocasa-container-estilo-madeiracasa-container-azul

Para ver mais fotos de containers que viram casas sustentáveis clica aqui e siga o painel de inspiração no pinterest!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *