Grandes Designers – Hans Wegner

Tempo de leitura: 7 minutos

Grandes Designers – Hans Wegner
5 (100%) 1 Voto

Um jovem filho de sapateiro que se tornou um dos maiores designers europeus. Hans Wegner iniciou sua vida profissional, primeiramente, na marcenaria de sua cidade, depois se formou na escola de artes em Copenhague e marcou seu nome no mercado de móveis. Veja um pouco da vida dele nesse post da série Grandes Designers.

Hans Wegner foto
Hans Jørgensen Wegner.

Juventude de Hans Wegner

Hans Jørgensen Wegner nasceu em 1914 em Tønder, uma bela, porém minúscula cidade no sul da Dinamarca.

Tønder possui uma população de cerca de 7600 pessoas.

Mas, aos 14 anos ele já conseguiu dar início ao que viria a ser sua carreira profissional, sendo aprendiz na área de marcenaria com o mestre marceneiro H. F. Stahlberg.

Não demorou muito para que a afeição pelo trabalho com madeira surgisse.

Hans trabalhou com Stahlberg até seus 20 anos. Depois disso, ele precisou ingressar no exército dinamarquês.

Hans Wegner jovem
Hans Wagner ainda jovem.

Após a conclusão do seu serviço às forças armadas, Hans Wegner resolveu mudar-se para a cidade de Copenhague, capital dinamarquesa. Lá, ele pôde frequentar a Escola de Artes e Ofícios.

Ele estudou de 1936 a 1938 e, consequentemente, se estabeleceu como designer de móveis.

Poltrona e Puff Charles Eames

Um ótimo início na área de Design

Quando ainda estava na escola de artes, ele foi abordado pelos arquitetos e designers Arne Jacobsen e Erik Møller, que o convidaram para projetar móveis para a nova prefeitura de Aarhus, a segunda maior cidade do país. Certamente, essa foi uma grande oportunidade para Wegner.

Prefeitura Aarhus
Prédio da prefeitura de Aarhus.

Enquanto isso, ele também começou a colaborar com outro mestre de marcenaria, o senhor Johannes Hansen, um dos principais responsáveis pelas famosas Exposições da Associação de Marceneiros de Copenhague.

Em outras palavras, Hans Wegner estava abrindo muitas portas para si logo em seu início de carreira.

O ponto mais importante em Wegner era sua concepção artística.

Poltrona Shell

Seu desejo era criar peças com uma alma, ou seja, elas precisavam ser únicas e não só cumprir seu papel.

Para isso, ele focava em criar exteriores simples e funcionais, o que certamente proporcionava ao mundo sua visão de design.

Hans Wegner poltorna ox
Wegner sentado uma de suas criações, a Poltrona Ox.

Seu início precoce na marcenaria deu a ele um profundo conhecimento para integrar técnicas mais complexas para a criação de peças aprimoradas e, como resultado, seu nome logo ficou conhecido em Copenhague.

Hans Wegner abre seu próprio estúdio

Wegner inaugurou seu próprio estúdio de design em 1943.

A estética de Hans Wegner se baseava em respeitar as características da madeira, ou seja, ele evitava usar materiais que não fossem os mais adequados para determinado projeto.

Além disso, quaisquer outros materiais de origem natural sempre chamavam sua atenção para pensar no que poderia ser feito para trazer uma suavidade natural e orgânica aos designs minimalistas dele.

catalogo-arquiteto-designers

Hans Wegner estudio
Wegner em seu estúdio.

Eternizado no mundo do Design

Hans Wegner é visto hoje como um dos designers de móveis mais renomados e criativos da história.

Dentre os prêmios que ele recebeu durante sua vida estão o Lunning Prize em 1951, o Grand Prix da Trienal de Milão, também em 51, e a Medalha Eckersberg da Real Academia Dinamarquesa de Belas Artes em 1956.

Em museus renomados do design como o Museu de Arte Moderna de Nova Iorque e o Museu de Design de Copenhague é possível encontrar várias de suas obras.

MoMa exposição
Exposição Museu de Arte Moderna de Nova Iorque com o título “The value of good design” (O valor de um bom design). Á esquerda está “The Chair“, uma das cadeiras mais famosas de Wegner.

Conhecendo suas obras mais famosas

Vamos entrar em mais detalhes de alguns dos trabalhos mais renomados de Hans Wegner.

The Chair

A The Chair foi projetada por Hans Wegner em 1956. É clássica, com sua beleza discreta, tornou-se um item atemporal.

The Chair hans wegner
The Chair.

Esta cadeira é a encarnação da ideologia de Wegner, junto com sua habilidade para o minimalismo.

Um fato curioso que ajudou essa cadeira a se tornar ainda mais famosa, foi o fato de ela ter sido usada no estúdio de TV que transmitiu o debate entre os então candidatos a presidência dos Estados Unidos, John F. Kennedy e Richard Nixon, em 1961.

Kennedy the chair
John F. Jennedy sentado na The Chair. Bastidores do debate de 1961.

Cadeira Wishbone

Em 1944 Hans Wegner deu início a projeção da série de cadeiras chamada “Cadeiras Leves”, para a loja Carl Hansen & Søn. Uma delas foi a Cadeira Wishbone.

cadeira wishbone hans wegner
Cadeiras Wishbone

Também conhecida como Cadeira Y ou Cadeira CH-24, a Wishbone possui uma forma escultural que era exatamente o que a empresa estava procurando para complementar as formas mais pesadas que eram populares na época.

Essa cadeira foi um grande desafio para Wegner, porque sua moldura de madeira maciça curvada a vapor exige um trabalho de artesanato perfeito.

Para ser ter uma ideia, eram necessários mais de 100 passos para fabricar uma unidade. Mas, mesmo com as grandes exigências, a cadeira está em produção contínua desde 1949.

cadeira wishbone
Cadeira Wishbone em madeira embuia.

Justamente por conta de ser um grande desafio, o projeto da cadeira wishbone é um dos mais comemorados por Wegner. Um triunfo de artesanato com um design simples e linhas limpas, aliado a materiais de alto padrão de qualidade, feito para durar por gerações.

Poltrona Ox e as mudanças feitas por Hans Wegner

A Poltrona Ox possui um design exclusivo e raro, que a tornou um clássico dos móveis de design rapidamente.

Wegner quis explorar o potencial de móveis estofados. Ela não só é a poltrona favorita de Hans Wegner, mas também marcou o início de sua nova era no seu design tradicional de assentos.

Poltrona Ox
Poltrona Ox.

As Poltronas Ox, quando entraram em produção, eram estofadas sob medida, recheadas com cabelos e lã enrolados.

Nos anos 80, essa poltrona passou a ter espuma de poliuretano e é sustentada por pernas de aço inoxidável, uma grande mudança para um designer acostumado a trabalhar com madeira.

A Ox é revestida em couro com várias opções de cores. Ela também é acompanhada de um puff com a mesma estrutura e revestimento.

Ox Hans Wegner
Poltrona e puff Ox.

Poltrona Shell

Apelidada de cadeira sorriso, por conta da curvatura de seu assento, a Poltrona Shell possui a sensação de leveza por conta de sua desenvoltura simples, mas sem perder a qualidade, porque mesmo possuindo apenas três pernas, esta poltrona tem absoluta estabilidade.

Poltrona Shell.

Ao criar a Shell, o objetivo de Wegner era que a poltrona fosse bonita de todos os ângulos e tal declaração foi provada como algo possível, a tornando um símbolo no mundo mobiliário não somente devido a história que ele já havia criado na área de design, mas também pela sua beleza desta peça.

Poltrona Shell de costas e de frente, igualmente bela como seu designer desejava.

Hoje em dia, a Poltrona Shell é fabricada com alto padrão de qualidade em estrutura de madeiras de lei, com as opções de cores naturais ou tingidas.

Seu revestimento pode ser feito em tecido sintético, couro, linho, suede e pelo, cada um com sua própria variação de cores.

Por outro lado, a opção do couro é a mais indicada, porque devido à natureza do couro, o revestimento é diferente para cada peça, apresentando seus próprios tons de forma distinta, tornando cada Poltrona Shell de couro algo único para o cliente.

Poltronas Shell com revestimento de couro.

Para conhecer mais sobre outras criações de Hans Wegner, basta clicar aqui e conferir mais fotos de cada obra dele.

Gostou do artigo?

Fique à vontade para comentar aqui embaixo. Logo responderemos você!

Caso já tenha alguma das peças desenhadas pelo “Mestre das cadeiras” e queira deixar sua opinião, ficaremos felizes em ler.

Até o próximo post.

Um Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *