Grandes Designers – Pierre Paulin

Tempo de leitura: 7 minutos

Grandes Designers – Pierre Paulin
5 (100%) 3 Votos

Designer de móveis e de interiores que primeiramente sonhava em ser escultor, Pierre Paulin ficou muito famoso ao redor do mundo com seu trabalho inovador inspirado em regiões como Japão e Escandinávia.

Neste artigo da série grandes designers, apresentaremos um pouco sobre a história e algumas das famosas criações de um dos maiores designers da França.

Pierre Paulin mais velho
Pierre Paulin.

Juventude e obstáculos de Pierre Paulin

Paulin nasceu em Paris, no ano de 1927, e sua veia criativa já existia na família a partir de seu tio, que era o famoso Georges Paulin, designer de automóveis que em 1935 inventou o Peugeot 601 C Eclipse, o primeiro conversível de capota rígida retrátil.

Carro peugeot antigo
Peugeot 601 C Eclipse.

Porém, isso não queria dizer que ele seria um aluno exemplar na escola, já que Pierre falhou ao tentar conseguir seu Baccalauréat, que é o equivalente a um diploma do segundo grau na escola.

Portanto, ele não poderia estar ingressando em uma universidade.

Então, ele se mudou para Vallauris em busca de treinar para ser um ceramista. Em seguida, foi viver em Borgonha para conhecer mais sobre entalhamento em pedras. A partir dali estava decidido de seu futuro, queria ser um escultor.

Entretanto, um dia, ao se envolver em uma briga, Paulin sofreu uma grave lesão em sua mão direita. Ou seja, seu sonho estava acabado, já que não poderia entalhar esculturas com precisão ou até mesmo fazer peças de cerâmica.

Poltrona e Puff Charles Eames

Entrando no mercado de design

Sendo assim, para poder traçar um novo curso para sua vida, Pierre Paulin resolveu que voltaria a estudar.

No início dos anos 50 ele conseguiu entrar na Ecole Camondo, em Paris, uma escola particular de design de produtos e arquitetura de interiores.

fachada escola pierre paulin
Fachada da escola École Camondo. Ela é nomeada a família judia Camondo, famosos financistas e filantropos.

Curiosamente, a École Camondo só obteve reconhecimento pelo Ministério da Educação da França em 1989.

Estudando lá, Paulin começou a ter interesse em design Japonês e Escandinavo, ambos que seriam grande influência em seu trabalho futuramente.

Poltrona Shell

Primeiros projetos de Pierre Paulin

Em 1953 surgiu a primeira chance de Pierre Paulin para mostrar seu trabalho.

Era uma exibição no Salon des arts ménagers, uma exposição de eletrodomésticos e móveis, sendo que cada exibição trazia cerca de 1.4 milhões de visitantes. Em outras palavras, ele de cara já enfrentaria um público e tanto!

O resultado não poderia ter sido melhor, já que logo Paulin foi chamado para ser capa da revista La Maison Française.

La Maison Française pierre paulin
Revista La Maison Française.

Em seguida, Paulin começou a trabalhar para a empresa Thonet, onde ele pôde exercitar sua criatividade cada vez mais com novos projetos.

O nome Pierre Paulin torna-se conhecido no mundo

4 anos depois de ter sido contratado pela Thonet, Pierre Paulin se juntou a empresa holandesa Artifort, que fica na cidade de Maastricht.

Maastricht holanda
Maastricht é uma cidade histórica do sul da Holanda.

Trabalhando nessa empresa, Paulin lançou uma de suas mais famosas poltronas, a Poltrona Cogumelo, em 1960.

catalogo-arquiteto-designers

poltrona cogumelo tecido vermelho
Poltrona Cogumelo vermelha.

Na época, o design de sua poltrona foi considerado algo muito moderno e único para a época, o que ajudou a alavancar sua carreira como designer, principalmente entre o público mais jovem.

Paulin dizia que seus projetos eram focados no design aplicado. Isso quer dizer que os designs das cadeiras utilizam formas mais redondas e bastante confortáveis.​

Os móveis mais famosos de Pierre Paulin

Poltrona Cogumelo

Começando pelo seu projeto mais conhecido. A Poltrona Cogumelo, que já foi lançada com o título F562, é macia, ampla, acolhedora e extremamente confortável.

poltrona cogumelo tecido roxo
Poltronas Cogumelo roxas.

O formato da Poltrona Cogumelo é atraente para uma sala de estar, não só para adultos como para crianças, porque faz com que você queira aconchegar-se e se divertir ao máximo.

Poltrona cogumelo tecido verde
Poltrona Cogumelo verde.

A filosofia de Paulin era de que uma cadeira deveria ser mais do que simplesmente funcional. Ou seja, deveria ser amigável, divertida e colorida.

Por essa razão, a Poltrona Cogumelo possui uma variação bem grande de cores para o tecido de revestimento. Além disso, ela também pode ser revestida de couro, também com várias opções de cores.

poltronas cogumelo azul e laranja
Poltronas Cogumelo nas cores azul e laranja.

É uma obra que permanece com aparência moderna mesmo depois de 60 anos.

Poltrona Oyster

Ainda em 1960, Paulin chegou com outra novidade para o mercado de móveis, a Poltrona Oyster.

osyter tecido azul marinho
Poltrona Oyster azul-marinho.

Essa poltrona é um excelente exemplo de design atemporal, sobrevivendo a todas as tendências, sem envelhecimento.

Moderna, inteligente e confortável, a Oyster é um dos motivos para a coleção dos anos 60 de Paulin ter se tornado um clássico, pois não se tratava mais de apenas uma única peça de sucesso.

poltrona oyster frente e trás pierre paulin
Poltrona Oyster branca.

Sua base de metal leva um design tão minimalista que faz com que o assento pareça estar flutuando.

Junto a ela foi adicionado um puff para dar mais estilo, criando um conjunto. Ambos estão disponíveis em diversas cores, com revestimentos em tecido e couro.

poltrona oyster mulher
Foto promocional da Poltrona Oyster.

Cadeira Tulipa

A Cadeira Tulipa segue a linha de design muito moderno aliada ao conforto. Ela foi projetada no ano de 1965.

cadeira tulipa original
Cadeiras Tulipa no modelo original.

Seus primeiros modelos nos anos 60 foram feitos com pés no formato chamado de “estrela” ou “cruz”, mas, alguns anos depois, essa base foi substituída por uma base em disco.

cadeira tulipa vermelha base disco
Cadeiras Tulipa vermelhas com base em disco.

A inspiração de Pierre Paulin para desenhar essa cadeira foi a própria flor Tulipa. Por essa razão é que seus braços se espalham como pétalas semi-abertas em torno do assento.

cadeira tulipa exposição
Cadeiras Tulipa em uma exposição.

A cadeira é perfeita para interiores modernos, lobbies de hotel e salões, podendo ser utilizada como uma cadeira lateral, cadeira de jantar ou para mesa de escritório.

Poltrona Trevo

Voltando a 1960, houve também a criação da Poltrona Trevo, também chamada de Orange Slice. Sua estrutura consiste em duas conchas idênticas sobre uma estrutura de aço.

poltrona trevo preta
Poltrona Trevo preta.

Essa poltrona apresenta um aspecto jovial que a torna perfeita para ambientes com aspecto mais informal. Seja em escritórios e salas de conferências de empresas, ou a colocando na sala de estar da sua casa.

poltrona trevo cor laranja pierre paulin
Poltrona Trevo laranja.

Poltrona Gôndola

Mais conhecida no exterior como Globo Chair, a Poltrona Gôndola já havia sido criada por Paulin antes de seu sucesso mundial com a Poltrona Cogumelo, já que o lançamento da gôndola foi em 1959.

poltrona e puff gondola preta
Poltrona Gôndola grande e puff.

Além de possuir um design luxuoso e elegante, a forma aberta da gôndola é ideal para ambientes menores, dando o pensamento de que há mais espaço.

A Poltrona Gôndola possui dois tamanhos, grande e pequena.

As dimensões da grande são: L 98cm A 90cm P 86cm, e da pequena são: L 86cm A 74cm P 66cm.

poltrona gondola pequena verde
Poltrona Gôndola pequena verde pierre paulin.

Ela é perfeita para aquele cantinho de estudo ou na sala de estar. Além disso, se encaixa muito bem nos novos padrões de apartamento do nosso país que tem espaço reduzido.

Pierre Paulin e a inovação

Paulin ao ser questionado sobre seu tempo de trabalho na Artifort, disse: “Representou a total expressão de minhas habilidades. Eu considerava que a manufatura de cadeiras era um tanto primitiva e estava tentando criar novos processos.”

Definitivamente, sua busca por algo novo foi além, e trouxe um conceito de modernidade que perdura mais de 50 anos.

pierre paulin poltrona trevo
Pierre Paulin na Poltrona Trevo.

Gostou do artigo?

Fique à vontade para comentar aqui embaixo que logo responderemos você!

Caso já tenha alguma das peças mostradas nesse artigo e queira dar sua opinião, ficaremos felizes em ler.

Até o próximo post.

Um Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *