Poltrona Eames – E 670 (1956)

Tempo de leitura: 1 minuto

Poltrona Eames – E 670 (1956)
5 (100%) 1 Voto

Da série Cinquenta Cadeira que Mudaram o Mundo: Poltrona Eames – E 670 (1956)

Design original da Poltrona Charles Eames
Design original da Poltrona Charles Eames

Charles e Ray Eames dedicaram grande parte de suas vidas criativas a desenvolver objetos e mobiliário que pudessem ser produzidos em massa e vendidos a preços razoáveis. Uma exceção, no entanto, foi a luxuosa Eames 670, de 1956, inspirada na tradicional poltrona inglesa e produzida com uma otomana (pufe) como acompanhamento. Apesar de tais conotações voluptuosas, no entanto, Charles escreveu que sua intenção era criar uma cadeira que tivesse “a aparência calorosa e receptiva de uma luva de beisebol bem surrada”.

A cadeira 670 consiste essencialmente em três estrutura – o encosto da cabeça, o encosto das costas e o assento -, cada uma delas feita com cinco camadas fundidas de madeira compensada, mais duas camadas de revestimento de pau-rosa brasileiro. Os braços faziam o mesmo uso inovador dos amortecedores que o casal usara em desenhos na década anterior. Normalmente, também, o estofamento era ligado ao assento por um zíper.

Como ocorreu com outros designs dos Eames, a 670 logo gerou uma leva de imitações de baixa qualidade. Entretanto, a cadeira teve um enorme impacto no desenvolvimento do desenho moveleiro, abrangendo todo o espectro – do apartamento de solteiro à sala de diretoria, surgia um novo enfoque, combinando utilidade, modernidade e conforto em couro.

Abaixo Poltrona Charles Eames de fabricação nacional, base em alumínio polido brilhante e pintura preta texturizada, assento e encosto em madeira multilaminada folheada imbuia.

Poltrona e Puff Charles Eames

—-

Esse texto foi retirado do livro Cinquenta Cadeiras que Mudaram o Mundo, no qual você pode adquirir na Livraria Saraiva.

Poltrona e Puff Charles Eames

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *