São Paulo, 457 anos de arquitetura inconfundível!

Tempo de leitura: 5 minutos

São Paulo, 457 anos de arquitetura inconfundível!
AVALIE O ARTIGO!

Hoje, em homenagem ao 457° aniversário do maior centro urbano do país, mostramos os principais pontos arquitetônicos que marcam a história da cidade.

Estação da Luz. Todo o material utilizado na construção desta estação veio da Inglaterra.
Após um grande incêndio, ela foi restaurada, em 1946. Tem participação na história do Brasil e do mundo.
Teatro Municipal, lembra o Teatro de Ópera de Paris, devido ao seu estilo eclético.
Foi inaugurado em 1911, desde então vem sendo o palco de importantes manifestações culturais.
Catedral da Sé. Sua construção teve início em 1913, até o seu término foram quatro décadas.
Em seu acabamento foram utilizadas aproximadamente 800 toneladas de mármore raro, com estilo gótico modificado.
A estação original foi inaugurada em 10 de julho de 1872 pela Estrada de Ferro Sorocabana e denominava-se Estação São Paulo. Sua função era transportar sacos de grãos de café do Sudoeste e Oeste Paulista e Norte do Paraná para a capital. A antiga estação ficava ao lado da Estação da Luz, o que facilitava o bandeamento do café para a São Paulo Railway, a única ferrovia que fazia o trajeto da capital ao porto de Santos.
O centro da estação abriga a Sala São Paulo, que tem uma capacidade de 1.498 lugares e é a sede da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP). É palco para apresentações sinfônicas e de câmara e foi concebida de acordo com os mais atualizados padrões internacionais. Muitos especialistas consideram a Sala São Paulo uma das salas de concerto com melhor acústica no mundo, comparável a de muitas salas estadunidenses e européias mundialmente conhecidas.
Foi inaugurado no dia 9 de julho de 1999. O edifício foi completamente restaurado e remodelado pelo Governo do Estado como parte do projeto de revitalização do centro da cidade. Ao lado está a Estação Pinacoteca com exposições de arte.
Pinacoteca do estado, o prédio foi inaugurado em 1914. Antes de se tornar esse espaço cultural já pertenceu à administração da Estrada de Ferro Sorocabana. O mesmo prédio, durante o período da Ditadura militar, deu lugar ao DOPS (Departamento de Ordem Política e Social), órgão repressivo do governo, para onde eram mandados os presos políticos.
No dia 11 de junho de 2008 dois assaltantes à mão armada, roubaram quatro obras de arte no valor de quase 400 mil euros, expostas no museu. As obras roubadas foram Mulheres na Janela (Di Cavalcanti, 1926), O Pintor e seu Modelo (1963), Minotauro, Bebedouro e Mulheres (1933), ambas de Picasso, e uma gravura, Casal, do lituano naturalizado brasileiro, Lasar Segall. Todas as obras viriam a ser recuperadas.
Museu do Ipiranga, é parte do conjunto arquitetônico do Parque da Independência e o  mais importante museu da Universidade de São Paulo e um dos mais visitados da capital paulista.
MASP. É o museu de arte ocidental mais importante na América Latina. Sua inauguração ocorreu em 1947. Possui um acervo lindíssimo, contendo obras de Van Gogh, Picasso, Monet, Renoir, Goya, Portinari, ente outros.
Edifício Copan. Foi projetado por Oscar Niemeyer  inaugurado em 1962, sendo o maior edifício residencial do Brasil, com 120 mil metros quadrados de área construída.
A OCA foi projetado por Oscar Niemeyer em 1951, para compor o conjunto arquitetônico original do Parque do Ibirapuera, construído para comemorar o IV Centenário da Cidade de São Paulo, que se deu em 1954.
Tem sido utilizado para abrigar grandes exposições.
O Parque Ibirapuera é o mais importante e famoso parque urbano da cidade de São Paulo.
Foi inaugurado em 21 de agosto de 1954 para a comemoração do quarto centenário da cidade e só perde em tamanho para o Parque do Carmo e o Parque Anhanguera.
Coube ao arquiteto Oscar Niemeyer a responsabilidade pelo projeto arquitetônico e a Roberto Burle Marx, o projeto paisagístico (embora este nunca tenha sido executado), sendo, no entanto, construído o projeto do engenheiro agrônomo Otávio Augusto Teixeira Mendes.
Largo do Arouche, conhecido também como Jardim dos Escritores.
Prédio da USP.

Em comemoração ao aniversário da cidade, a prefeitura preparou vários shows e exposições. Um palco montado na Avenida Ipiranga, nas proximidades da Praça da República e da Avenida São João, na região central, receberá artistas paulistanos que cantarão músicas sobre a capital paulista. A festa está prevista para começar às 19h. Mais informações sobre a festa no G1.

Comentários

1 comentário


  1. Fiquei encantada com todas essas arquiteturas, são lindas e dispensam comentarios. Diante de tantas figuras tão radiantes a vontade de conhecer é imensa.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *